top of page
construção

Post

COMO ESTACIONAR O GUINDASTE AO FINAL DO EXPEDIENTE


Nas obras, é muito comum encontrarmos a seguinte situação: o turno de trabalho acaba, o pessoal vai embora. E o guindaste é deixado com sua lança parcialmente telescopada. E muitas vezes com um ângulo considerável (acima de 50°). Qual o melhor procedimento nesse caso?. Esta foi uma das perguntas que me foram enviadas através do meu e-mail.

Bem, durante a noite, todos os gatos são pardos, diz o ditado popular, e muita coisa pode ocorrer. De qualquer modo, deixar nesse período o guindaste telescópico ou treliçado com sua lança erguida não é uma boa prática. Com o jib montado pior ainda, já que o jib representa uma “carga” para o equipamento.

Nos Estados Unidos, é comum vermos nas obras ao final do expediente alguns operadores içarem, por exemplo, uma máquina de solda (para evitar furto ou outra razão) e assim manter durante toda noite. Esse procedimento é condenado lá pela OSHA (Occupational Safety Health Administration).

O que é recomendado, quando o guindaste vai ficar a noite sozinho ou um longo período sem utilização, é:

  1. Qualquer carga deve ser arriada e posicionada no chão ou sobre suporte.

  2. Se a máquina estiver patolada, deixe-a assim. Se não estiver, certifique-se de que a máquina está travada contra um deslocamento acidental.

  3. Engate o freio de giro.

  4. Engate a trava do giro.

  5. Recolha e coloque a lança sobre o cavalete, se for um guindaste hidráulico, e abaixe a lança, se for uma máquina treliçada.

  6. Desengate a embreagem geral, se for o caso, e desligue o motor.

  7. Certifique-se de que todos os comandos estão em neutro.

  8. Certifique-se de que todas as portas e compartimentos estão travados.

  9. Deixe as chaves com alguém da segurança ou esconda em algum lugar da máquina, pois caso haja uma emergência ela pode ser localizada (nada de locais clássicos tais como o clássico dos clássicos que é em cima do pneu dianteiro esquerdo).

Todos vocês agora devem estar pensando: e se tivermos um guindaste treliçado e não houver espaço para abaixar a lança? Bem, nesse caso, o que é usual fazermos é seguir o procedimento acima, sendo que, na impossibilidade de abaixarmos a lança, arriamos o moitão e o engatamos num morto.

Ah, e se não tivermos um ponto morto na obra? Bem, aí arriamos o moitão, o prendemos no chassis ou na própria esteira da máquina e o tensionamos ligeiramente.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


guindastes
guindastes
bottom of page